Como Plantar Amora Amora, Como Plantar

Nem todo mundo tem a sorte de encontrar por onde passa, no caminho para o trabalho, para a escola ou para qualquer outro destino, amoras frescas para consumo no próprio pé em meio ao concreto da cidade. Comum em canteiros de praças, jardins e avenidas de centros urbanos, o plantio de amoreira também pode ser conduzido em calçadas, jardins e quintais de casas. Dependendo do espaço disponível, o cultivo da fruteira pode se tornar uma atividade rentável para o produtor.

Doce e saborosa, a amora in natura é apreciada por muitos brasileiros. No varejo, a fruta é vendida em porções embaladas, que facilitam o consumo em tempos de ritmo de vida cada vez mais acelerado. A amora é ainda utilizada como matéria-prima para a elaboração de geleia, calda, polpa para sorvete, suco, licor e corante natural.

Alimento para o bicho-da-seda produzir o casulo, do qual se extrai o fio de seda, as folhas da amoreira também têm utilidade comercial. Podem abastecer diversas pequenas e médias propriedades rurais que são responsáveis pela atividade da sericicultura, além de ser alternativa proteica para bovinos e caprinos em áreas onde há restrição de vegetação rasteira.

De manejo fácil, rústica e pouco exigente no uso de defensivos agrícolas, a planta tem grande aceitação pelos produtores. O cultivo consorciado é mais uma vantagem da amoreira, com efeito na redução de custos. Quando plantada entre fileiras de chá ou café, a copa frondosa ainda oferece sombra a essas culturas.

De propriedades medicinais a planta possui muitas. O fruto é considerado anti-inflamatório, antioxidante, cicatrizante e bom para curar diarreias, enquanto as folhas são tidas como remédio caseiro para o tratamento de osteoporose e cólicas menstruais. Se desidratar e moer a amora, é possível fazer uma farinha rica em vitaminas, sais minerais e fibras que ajuda no emagrecimento, diminui o colesterol e melhora o trânsito intestinal.

Formada por vários pequenos frutos redondos agregados, a amora pode ser vermelha (Rubus rosifolius, a mais comum), branca (Morus alba, cultivada para fornecer folhas à criação do bicho-da-seda) e preta (Morus nigra, com bom potencial de comercialização). A origem da fruteira arbustiva, de pequeno a médio porte, não é bem certa, pois são tidas como plantações nativas da Ásia, em encostas mais baixas do Himalaia, da América do Norte e do Sul.

Como Plantar Amora

Plantar Amora: MÃOS À OBRA

Início Para formação de mudas, o plantio pode ser realizado em várias épocas do ano, desde que se tenha estacas com gemas maduras. No plantio comercial, nas regiões produtoras daqui, indica-se o período entre abril e início de agosto, quando há disponibilidade de estacas oriundas da poda de inverno, plantas em estágio de maturação e repouso vegetativo, menor teor de umidade no solo e melhores condições para a brotação.

Ambiente Frio e úmido é o ideal para o desenvolvimento da amoreira, planta que gosta de clima temperado subtropical e temperatura entre 24 ºC e 28 ºC. No entanto, por aqui tem bom crescimento em todo o território nacional.

Propagação Apesar da possibilidade de ocorrer germinação espontânea, quando as sementes são dispersas naturalmente no solo, o tipo de propagação adotado é o de estaquia. A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, tem em andamento pesquisa de condução em fuste, método que amplia o período de produção da lavoura e permite utilizar áreas pouco exploradas nas propriedades.

Plantio Como é uma planta rústica, a amoreira tem boa adaptação a diversos tipos de solo. Contudo, vai muito bem nos profundos e úmidos e não aceita os que são sujeitos ao encharcamento. Se as mudas não estiverem plantadas no local definitivo, o transplante deve ser feito quando atingirem uma altura de até 30 centímetros.

Espaçamento Entre mudas, deve ser de, no mínimo, meio metro. Em plantios comerciais, varia conforme o equipamento de cultivo utilizado, como tração animal, microtrator e trator. Pode ser de 0,50 a 0,60 metro entre plantas e 1,50 a 3 metros entre linhas. Na formação de árvores, pode-se utilizar medidas de 3 a 4 metros entre linhas.

Cuidados Não há necessidade de ser muito elaborada a adubação para o plantio da amoreira, graças à rusticidade da planta. Pode ser um produto de composição padrão vendido em lojas de jardinagem, contendo húmus e fosfato. Irrigue a fruteira frequentemente se as chuvas não forem suficientes para manter a umidade natural do solo. A poda é indicada para ser executada durante o inverno.

Produção Os primeiros frutos começam a surgir a partir de um ano e meio após o plantio. Em geral, o período de frutificação aqui ocorre entre setembro e novembro, apesar de depender da região onde a amoreira estiver plantada.

Plantar Amora: Mudas

mudas podem ser adquiridas de produtores e, por meio do sistema de integrados, de empresas fabricantes de fio de seda

Ou através de galhos retirados de outros pé.

Fonte Globo Rural http://revistagloborural.globo.com/

Como Plantar Amora
148 votes, 4.14 avg. rating (82% score)

Leave a Reply